Casualwear – entre o formal e o informal.

Olá meninas, vamos falar sobre moda e estilo, desvendar um pouco o universo fashion, nos divertir ao produzir nossos looks e aprender com nossas irmãs as múltiplas formas de produzir um look para enriquecer nosso estilo.

Lembrando que a moda é efêmera e cruel, mas queira ou não, temos que nos vestir. Podemos fazer disso um problema, ou simplesmente podemos nos divertir, aumentar nossa autoestima e enriquecer nossa imagem pessoal.  Crie seu próprio conceito dentro de sua cosmovisão, do que você realmente gosta, analise sempre seu gosto, refine-o cada dia.

Para fazer diferença, estar na moda conscientemente e de maneira singular, lembre-se de valorizar seu estilo, posição social, prestar atenção ao dress code, incluindo o climático, informação é muito importante, filtrá-las é mais sábio

Inspirações são sempre boas, mas procure as que realmente tem a ver com você e não com o universo fashion, por que esse por si só é paradoxal, entretanto, podemos nos inspirar sim, é o que faremos a partir de hoje.

Lembrando que, há diferença entre ter um look jovial e um look jovem, a seguir um exemplo de um look jovial e totalmente usável.

débora

A escolhida desse primeiro post é nossa querida irmã Débora da Rocha, escolhi um look  casual (casualwear), para mostrar que dá para ser elegante de forma simples, Débora escolheu para seu look, uma calça reta jeans, calça que toda mulher deve ter em seu guarda-roupas, por ser reta, ela equilibra a proporção entre o quadril e as pernas, este tipo de calça fica bem para todos os biótipos, valoriza principalmente quem está acima do peso, ou tem quadril largo, suaviza as proporções, tornando-as mais harmônicas, a camisa com fundo azul com flores médias é uma ótima escolha para compor o visual, estamos no verão, esse visual é totalmente “fresh”, ao mesmo tempo “arrumadinho” uma camisa leve com uma calça jeans reta com essa lavagem discreta do jeans é um look despojado e fácil de compor, Débora complementou com uma sapatilha básica, de tom neutro com um leve brilho, escolheu uma bolsa modelo “tote” média, enriquecendo o look, já que a bolsa média não pesou no visual, se ela quisesse migrar para um look mais refinado, para um evento diferente, bastaria troca a sapatilha por uma bela sandália de salto, uma cluth (bolsa tipo carteira) , fazer um coque, ou um rabo de cavalo alto, colocar um colar com brilho e “voilà”  um novo estilo para um novo momento.

Semana que vem tem mais, todo mundo caprichando no look, domingo escolherei outra irmã para analisarmos e nos inspiramos, beijos mil…

“Quando corpo e mente estão em harmonia, surge

uma força que transcende nossa compreensão e

que se reflete na boa aparência. Lembre-se de que

o corpo é reflexo da alma.” (ZANI, 1998. P.4)

Angélica Cristie

Consultora de Moda, Personal Stylist e Estilista

Anúncios